Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os poemas são criação minha, salvo os assinalados com o autor. Alguns estão publicados. Não autorizo cópia, ou partilha sem autorização (Decreto-Lei n.º 63/85 dos Direitos de Autor e anexos posteriores)

25
Out17

ASSIM... NÃO VALE!

por Sílex

 

 

Resultado de imagem para nú artistico fotografia

 
 
 
 
Nas curvas das tuas pernas... Ó Deus,
continuo a derrapar
Na perfeição do quadril,
vou sempre abrir... a acelerar
Quero manter-me comportada,
quando te olho, já febril
e nos beijamos gulosos
debaixo de um céu anil,
rodeados de erva fofa,
passarinhos a cantar
que rezo, estarem distraídos
ao verem-nos tão entretidos
e sem nos podermos conter,
soltarmos alguns gemidos, com as peles já a arder.
 
 
 
No fundo das tuas costas...
o diabo soube fazer,
duas covinhas tão sensuais
que me fazem derreter.
E como pode uma mulher,
que procura controlar-se
não cair, para afundar-se
nesse lago dos teus olhos?
Querido...
Tu és ar e eu sou terra,
sei lá, se no Zodíaco casamos.
Mas que negar alguém possa
que ao fazer, o que o se gosta...
O imenso prazer que nos damos
 
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Mais sobre mim

foto do autor


Só restos... é o que sou! Um monte de restos, em trânsito pela vida!


Detesto quem me aponta a mediocridade, sem perceber que ser mais do que isto, nunca me importou.
Deixem-se só com a minha insignificância. Contornem-me e não olhem para trás.



"Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais."
Charles Baudelaire

web
analytics