Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os poemas são criação minha, salvo os assinalados com o autor. Alguns estão publicados. Não autorizo cópia, ou partilha sem autorização (Decreto-Lei n.º 63/85 dos Direitos de Autor e anexos posteriores)

12
Out17

I LIKE THE WAY YOU LIE

por Sílex

 

 

 

Resultado de imagem para noivos

 

 

 

Achaste que ia durar

Não cabias em ti de contente

Só aquela(e) ias amar

e fá-lo-ias... para sempre.

 

Todo o teu corpo exultava

mal ele, ou ela chegava

e no princípio, é assim

nunca sequer equacionavas...

 

Que apesar do que sentias

o que davas e fazias,

caminhasses a passos largos,

como outros, para o fim.

 

É quase como nascer

isto de amar e ter sorte

todos estamos a morrer

hoje quer-me bem parecer... falta-nos muito menos para a morte.

 

Planeaste tudo ao pormenor

empenhaste-te no juramento

deste-lhe filhos e amor. Fizeste o teu melhor

e... acabou-se o casamento.

 

Pagaste uma festa de arromba.

Foste de lua de mel,

mas a rotina é lixada.

O cansaço mais que evidente...

 

Já não te lembras do sempre

deixaste de ser tão presente

A simples convivência aborrece

e o sexo já não te diz nada.

 

De boas intenções há uma ilha

que voga no oceano à deriva e... como a poluição

envenenou-te o coração.

E quando um homem não quer...Ou também uma mulher, 

 

Não há mandamento capaz,

ou jura que antes foi feita

que reponha entre eles a paz... 

Mantenha a terra produtiva e compensadora a colheita

 

 

Baseado numa música que estava a ouvir

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Mais sobre mim

foto do autor


Só restos... é o que sou! Um monte de restos, em trânsito pela vida!


Detesto quem me aponta a mediocridade, sem perceber que ser mais do que isto, nunca me importou.
Deixem-se só com a minha insignificância. Contornem-me e não olhem para trás.



"Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais."
Charles Baudelaire

web
analytics