Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os poemas são criação minha, salvo os assinalados com o autor, alguns já estão publicados. Não autorizo cópia, ou partilha sem autorização (Decreto-Lei n.º 63/85 dos Direitos de Autor e anexos posteriores)

01
Set17

PARA TODA A VIDA

por Sílex

 

 

 

Foto de Maria Fátima Soares.

 

 

Podemos e devemos errar. 
Errar é sinal de que nada sabemos ainda, 
apesar de tudo que nos foi ensinado.
Pedir desculpa por errar é honroso e ao mesmo tempo, sinónimo de humildade. 
De querer esquecer, mudar e tentar tudo de novo.
No entanto... não podemos errar. 
A alguns, não é permitido errar!
Podemos ter errado há muito... 
Há tanto, que já ninguém lembra do que foi.
Ter feito desde lá, uma longa "via sacra" em busca da redenção. 
Mas há quem viva para nos lembrar esse erro toda a vida... 
Nos crucifique e queira fazer pagar por ele, por mínimo que fosse, e errar seja comum a todos.
Há erros que fazem de gente, nada.
Gente, que sendo tão pouco, exige dos outros a perfeição extrema. 
E nunca, nunca perdoe, nem esqueça...
Mesmo quando erra.

 

Um animal perdoa sempre e ama-nos eternamente. 
Para eles é tão simples amar... e esquecer!
Com eles a vida é feita de oportunidades. 
Folhas ainda não escritas. 
Amor e companhia... 
Incondicionais

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Mais sobre mim

foto do autor


Só restos... é o que sou! Um monte de restos, em trânsito pela vida!


Detesto quem me aponta a mediocridade, sem perceber que ser mais do que isto, nunca me importou.
Deixem-se só com a minha insignificância. Contornem-me e não olhem para trás.



"Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais."
Charles Baudelaire

web
analytics