Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Os poemas são criação minha, salvo os assinalados com o autor. Alguns estão publicados. Não autorizo cópia, ou partilha sem autorização (Decreto-Lei n.º 63/85 dos Direitos de Autor e anexos posteriores)

29
Dez17

Pragas

por Sílex

 

 

 

Resultado de imagem para fazes-me falta

 

 

 

Trago um bicho cá dentro, que cresce sem alimento

e vive assim, sem sustento....

Tempero de sal,

ou coentro.

Água que lhe dê a beber.

Trago este bicho alojado...

Num pedaço desabitado, 

de um órgão dilacerado

onde o bicho SAUDADE

escolheu lugar,

para viver. 

 

 

Às vezes preferia Caruncho

também... 

Com o seu carcomer,

do que este bicho insolente

a deixar-me vazia e...

Dormente.

desorientada e carente

Mesmo que não o alimente, 

vai-me acompanhar,

para sempre

não faz o favor de morrer.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



2 comentários

Imagem de perfil

De P. P. a 29.12.2017 às 21:09

 
Imagem de perfil

De Sílex a 29.12.2017 às 21:49

Obrigada pelo carinho. Amanhã, mais perto do dia (ou da noite de passagem) irei desejar-lhe Bom Ano! Tudo de muito bom!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Só restos... é o que sou! Um monte de restos, em trânsito pela vida!


Detesto quem me aponta a mediocridade, sem perceber que ser mais do que isto, nunca me importou.
Deixem-se só com a minha insignificância. Contornem-me e não olhem para trás.



"Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais."
Charles Baudelaire

web
analytics