Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os poemas são criação minha, salvo os assinalados com o autor. Alguns estão publicados. Não autorizo cópia, ou partilha sem autorização (Decreto-Lei n.º 63/85 dos Direitos de Autor e anexos posteriores)

08
Nov17

Sério

por Sílex

 

 

 

 

900x0-3[2].jpg

 

 

 

Tão sério,
que petrifica.
Cada dia que passa... 
Torna-se mais próximo o fim e...
Ainda estamos no começo,
mas, tão perto...
Já quase conseguimos tactear a morte

 

Não sei se a Morte é táctil
bela.
Tem corpo.
É mulher, homem...
Ou ambos.
Se tem duas cabeças, uma foice., machado... ou uma lanterna.

 

Não penso nisso, diariamente...
Em cada um deles que passa 
e estou mais perto dela.
De algo, ou de alguém... 
Que a darem-me o privilégio de conhecer,
recusaria.

 

Tenho mais em que pensar,
do que em algo inevitável
que não posso deixar para depois,
resolver, já.
Não concebo, amanhã não estar por cá
apesar de queixar-me todos os dias, de estar, aqui.

 

Sério...
É um assunto tão sério,
que ainda não resolvi, se caixão se pira.
Se flores, ou nada.
Pessoas... nem vê-las, depois de me rechaçarem em vida
Sim! Estou, indecisa.

 

Sério...
Pior que sério, apavorante
Saber se sou eu que vou, tu que te adiantas
e como será depois,
quando sempre fomos dois...
E agora?

 

Sério...Tão sério, 
que não quero pensar mais nisso
Decidirei mais tarde,
escreverei alguma coisa para ficar destinado
Vou deixá-lo pendente, num sub domínio chamado...
"Assunto adiado"

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Mais sobre mim

foto do autor


Só restos... é o que sou! Um monte de restos, em trânsito pela vida!


Detesto quem me aponta a mediocridade, sem perceber que ser mais do que isto, nunca me importou.
Deixem-se só com a minha insignificância. Contornem-me e não olhem para trás.



"Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais."
Charles Baudelaire

web
analytics