Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os poemas são criação minha, salvo os assinalados com o autor. Alguns estão publicados. Não autorizo cópia, ou partilha sem autorização (Decreto-Lei n.º 63/85 dos Direitos de Autor e anexos posteriores)

11
Nov17

Tudo que não conheci

por Sílex

 

 

 

 

Imagem relacionada

 

 

Não tentes falar-me hoje

passar-me a mão na cabeça

obrigar-me a sorrir p'ra que esqueça

que a tristeza, é o espelho

de uma alma estilhaçada

Porque não és tu quem se excede

sou eu, quem não se percebe

e também não me aconselho...

 

 

Não me perguntes o que se passa?

O por quê desta mordaça

que me rouba o som da boca...

Nem o usar desta venda

que me nubla o olhar.

Ao certo... não sei explicar.

Para te não contagiar...

Por favor, deixa-me estar.

 

 

Há uma dor que não extravaso

num grito que aprisiono

muita, muita falta de sono

abundância de noites em branco.

Este pingar ininterrupto

de um amor irresoluto... que nunca chegou a ser.

Não tentes tirar-me do poço, onde me quero esconder

hoje, fico aqui sentada, a olhar o céu encantada...

 

 

Vendo outros, voar lá em cima,

e lindas voltas descrever.

Não te aproximes de mim...

Ignora-me e prossegue caminho.

Hoje, eu sou uma ave muda

cujas asas amputadas, a privam de voltar ao ninho.

Uma pedra, que é chutada, 

por alguém triste, na estrada, que também segue sozinho.

 

 

E se amor houvesse ainda,

para buscares e me trazeres, 

que colmatasse o que perdi...

Eu diria em tom amigo.

Não te preocupes comigo,

que a tristeza, essa passa.

O que mata?

É a saudade... de tudo, que não conheci.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Mais sobre mim

foto do autor


Só restos... é o que sou! Um monte de restos, em trânsito pela vida!


Detesto quem me aponta a mediocridade, sem perceber que ser mais do que isto, nunca me importou.
Deixem-se só com a minha insignificância. Contornem-me e não olhem para trás.



"Todo o homem saudável consegue ficar dois dias sem comer - sem a poesia, jamais."
Charles Baudelaire

web
analytics